Semad/Goiás inicia capacitação em gestão de UCs com ESCAS/IPÊ

onlineMais de 20 profissionais da Semad - Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás, entre chefes de Unidades de Conservação, superintendentes e gerentes da Secretaria, participaram do curso “Gestão de Unidades de Conservação” desenvolvido pela ESCAS – Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade, do IPÊ. Os participantes estão à frente da gestão das 24 Unidades de Conservação (UCs) estaduais de Goiás. 

Para Paula Tambellini, analista ambiental da Semad, a ESCAS-IPÊ tem uma abordagem prática com potencial de contribuir com o alinhamento dos gestores das Unidades de Conservação do estado. “Estamos com profissionais que chegaram há pouco tempo na chefia das UCs e outros que estão há muitos anos à frente das UCs, mas que também precisam desse apoio. Em 2013, tivemos um curso básico sobre gestão das UCs com profissionais do IPÊ e desde aquela ocasião sentimos a necessidade de aprofundar o conhecimento na temática”. 

O curso foi criado pela ESCAS sob medida para a Semad.  “Optamos por iniciar a capacitação com um módulo introdutório sobre a gestão das UCs, alinhando conteúdos com momentos de discussão com os profissionais da Semad. Com essa dinâmica, contamos com as contribuições dos profissionais da Semad para a construção dos próximos encontros. Para estar à frente desse curso, convidei a Angela Pellin, especialista em áreas protegidas do IPÊ”, explica Eduardo Badialli, coordenador na Escola do IPÊ.

Para saber mais sobre cursos sob medida desenvolvidos pela ESCAS para órgãos públicos, empresas e organizações do terceiro setor, contate: [email protected]

Dividido em cinco encontros, o módulo abordou temas-chave para a gestão das Unidades de Conservação. “Eles trouxeram conhecimentos e elementos, que em 10 anos de gestão a gente ainda não tinha tido esse tipo de conteúdo. A princípio fiquei preocupada por ser um curso online, mas as estratégias didáticas favoreceram demais a integração, estou encantada”, pontua  Paula Tambellini, analista ambiental da Semad à frente da iniciativa.

Para Tatiana Agostinho, chefe do Parque Estadual Águas do Paraíso (PEAP) e da Área de Proteção Ambiental (APA) de Pouso Alto, a troca de experiência com os gestores das outras UCs está entre os destaques. “Foi maravilhoso, a gente não espera que um curso online seja tão dinâmico e foi incrível, aprendi muito.  A construção do mural também permitiu conhecer as perspectivas dos outros gestores sobre as Unidades de Conservação em que tenho trabalhado, o que foi ótimo”.  

Com o primeiro módulo recém-concluído, Paula Tambellini, comemora o resultado. “O curso superou as minhas expectativas e me animou para os próximos módulos.  Os chefes das UCs também parabenizaram bastante a iniciativa. Eles estão recebendo a atenção que precisam”, destaca a analista ambiental da Semad.

Como próximos passos, Badialli revela que a equipe da ESCAS entregará à Semad o material construído em conjunto com os participantes: o pré-plano de capacitação.  “Temos as prioridades relacionadas pelo grupo e também as contribuições da equipe ESCAS/IPÊ. A partir desse conjunto vamos definir junto à Semad os próximos módulos".