Projeto Turista+ completa um ano de apoio ao IPÊ

 

O projeto Turista+ completa um ano em setembro! Iniciativa do Atibaia & Região Convention Visitors Bureau (AR&CVB), propõe estimular a colaboração dos visitantes de Atibaia e região com a Mata Atlântica local, por meio de parcerias com a rede hoteleira e o comércio de produtos e serviços.

Com o Turista+, parte do "room-tax", uma taxa voluntária paga pelo hóspede, é destinada ao IPÊ, que atua na conservação da biodiversidade, da floresta e dos recursos hídricos locais. Além de contribuir com as pesquisas, os estudos e as ações de proteção ambiental do Instituto, quem opta em pagar a pequena contribuição, também está coberto por um seguro especial contra acidentes pessoais durante sua hospedagem.

“É muito importante para as pessoas compreenderem que o destino turístico delas tem relação com as riquezas naturais do ambiente bem conservadas. Proteger o meio ambiente garante lazer e bem-estar aos turistas, ao mesmo tempo em que beneficia os negócios do trade turístico. Sem contar que respeita a Mata Atlântica da região onde vivem espécies ameaçadas e também muitas comunidades. Com o projeto, conseguimos apoio para a nossa causa, que é conservar a biodiversidade brasileira, e incentivamos também a cultura de doação no Brasil”, afirma Andrea Peçanha, coordenadora da Unidade de Negócios do IPÊ.

O gerente geral do Atibaia Residence Hotel, Luciano Leal, afirma que o projeto tem sido importante por gerar um novo valor tanto na hospedagem dos visitantes como para o negócio. “Para o hotel, é uma vantagem porque ligamos nossa operação a um projeto de impacto positivo, mostrando ao cliente que realmente estamos antenados. Notamos um crescimento na adesão do cliente já no check in, quando perguntamos se ele quer apoiar um projeto de meio ambiente e também ter um seguro durante a sua estadia. A resposta tem sido muito positiva pois o cliente vê um produto com o qual vai se beneficiar e beneficiar o meio ambiente”, comenta.

Além do Atibaia Residence Hotel, outros três hotéis participam do projeto, atualmente: Vila Verde, Pousada Paiol e Tauá. A média de arrecadação de doações nos últimos meses foi de 3,2 mil reais.

O objetivo do projeto é dobrar o número de hotéis participantes até o final do ano e aumentar em 70% a arrecadação com os oito participantes até janeiro de 2018.