Últimas Notícias

04/11/2016 - Confiram artigo na Folia Primatologica sobre variação ontogenética e individual na pelagem do mico-leão-preto. O artigo discute, entre outros assuntos, a grande questão do que separa mico-leão-preto (L. chrysopygus) e mico-leão-da-cara-preta (L. caissara), apresenta todos os registros conhecidos atuais e históricos pra mico-leão-preto (inclusive com registros novos encontrados no Museu de Berlim, nunca antes citados na literatura), e sugerem uma zona de contato histórica entre ele e o sagui-da-serra-escuro (C. aurita).

Link do Artigo

APPRESENTACAO Patricia Medici 2 204/11/2016 - Nesta quinta-feira (03/11), o Ministério Público do Estado do Mato Grosso do Sul, por meio do Promotor de Justiça Dr. Alexandre Lima Raslan, realizou a primeira reunião técnica para apurar o impacto de atropelamentos a fauna silvestre e a ausência de medidas de mitigação para acidentes, que são de responsabilidade do Estado. Raslan preside Inquérito Civil que tramita desde maio de 2016 na 34ª Promotoria de Justiça do Estado do MS sobre a rodovia MS-040, uma das recordistas em atropelamentos de fauna silvestre em MS.

A Iniciativa Nacional para a Conservação da Anta Brasileira (INCAB), projeto do IPÊ, realiza sua primeira reunião técnica para discutir medidas para redução de atropelamentos de antas nas rodovias do Mato Grosso do Sul. A reunião foi organizada com a 34ª Promotoria de Justiça de Campo Grande e pela SEMADE/IMASUL.

O Ecoswim 2016 vai acontecer no dia 19 de novembro!

A iniciativa é uma competição de natação beneficente organizada pela equipe de Natação da Escola Politécnica da USP, que reverte o dinheiro das inscrições para o projeto “Nascentes Verdes, Rios Vivos”, do IPÊ. A quantia arrecadada é utilizada para garantir a produção de árvores plantadas em áreas localizadas na região do Sistema Cantareira. Os nadadores inscritos levam um kit com uma muda de árvore nativa e ainda ajuda o projeto.

Em 2015, o Ecoswim reuniu 611 pessoas e o percentual das inscrições resultaram em R$4.000,00 revertidos para a manutenção do viveiro de mudas do IPÊ, usado para restauração florestal na região de Nazaré Paulista (SP).

Monte a sua equipe e reserve já a data! Inscrições AQUI!

A pesquisadora do IPÊ, Gabriela Cabral Rezende, participou de reunião temática para avaliação do status de conservação dos mamíferos do estado de São Paulo, nos dias 19 e 20 de outubro, na Fundação Parque Zoológico de São Paulo.

A partir desse encontro entre especialistas e representantes de ONGs, universidades e governo, será organizada a lista vermelha das espécies do Estado.

Coordenadora do programa de conservação do Mico-Leão-Preto, Gabriela levou informações sobre essa espécie endêmica do Estado e tema dos estudos do IPÊ há mais de 30 anos. Além disso, contribuiu com informações sobre o mico-leão-de-cara-preta (do litoral paulista) e alguns dados sobre mamíferos que também ocorrem no Pontal do Paranapanema, em áreas de estudo do mico-leão-preto.

O grupo avaliou 236 espécies de mamíferos, entre elas, nove foram avaliadas pela primeira vez, por se tratarem de novos registros para o estado. Destas, cerca de 50 farão parte da lista vermelha que será publicada em 2017, junto com toda a fauna ameaçada do Estado.