Últimas Notícias

O IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas torna público o vencedor do certame relativo ao EDITAL N.º 07/17 MJ-SENACON – Cotação Prévia de Preços - Contratação de prestação de serviços de consultor para troca de experiência em Sistemas Agroflorestais e realização de duas visitas técnicas.

Acesse o resultado AQUI.

A ESCAS - Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade (IPÊ) está com inscrições abertas para a próxima turma do MBA em Gestão de Negócios Socioambientais, curso focado em formar líderes aptos a criar negócios capazes de combinar rentabilidade financeira e retorno aos acionistas com geração de valor socioambiental. A data das inscrições foi prorrogada até dia 31/07. Até dia 30/06, há valores promocionais para matrícula.

A capacitação pode ser realizada por profissionais com graduação em qualquer área, e é focada em pessoas em transição de carreira, empreendedores e jovens executivos interessados em criar e implementar negócios baseados na sustentabilidade social e ambiental.

As aulas propiciam contato com o que há de mais moderno nos temas relacionados a questões socioambientais em ambiente de negócios e acesso a instrumentos e práticas de gestão. Além disso, o MBA promove oportunidades de networking com pessoas que compartilham de ideais comuns.

O curso tem 18 meses de duração e as aulas acontecem uma vez por mês, em regime intensivo, de sexta-feira a domingo, na sede do Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ) em Nazaré Paulista, a cerca de 100 km de São Paulo.

No total são 460 horas de capacitação, sendo 360 horas de atividades presenciais e 100 horas de atividade extraclasse, visando aquisição de conhecimentos empíricos e a elaboração de um projeto de transformação social, com apoio de coaches. O curso tem apoio pedagógico e parceria de ARTEMISIA e CEATS/USP.

Para saber mais: http://escas.org.br/mba

 

Quer arredondar?

A pergunta já é uma rotina no caixa da Loja Luigi Bertolli. Uma das maiores redes parceiras do Movimento Arredondar, a marca destina o valor doado pelos seus clientes ao IPÊ, para as ações de conservação da biodiversidade. Há dois anos trabalhando na loja do Shopping Patio Paulista, em São Paulo, Camilla Azevedo de Sousa, de 20 anos, comenta que participar do projeto é uma forma importante de motivação e vê-lo acontecer é motivo de orgulho.

"Eu acho o máximo poder participar de um projeto como esse. Todos aqui na loja gostamos muito. Você vê que essa movimentação que você faz pela doação vira algo com retorno real. Poder dar essa chance às pessoas é muito legal", conta a jovem. De acordo com ela, de 10 clientes atendidos na loja, 8 desejam arredondar as compras.

A praticidade e transparência da transação, segundo ela, dá mais segurança para quem vai comprar. Ao arredondar, cada cliente recebe uma nota fiscal separadamente com a informação sobre o valor doado.

"Passamos para eles informações sobre quem é o IPÊ, para onde o dinheiro vai. Eles gostam muito, perguntam onde podem ter mais informações. Sinto que eles se interessam de verdade. Acho que dá certo principalmente porque é uma ação que, do nosso lado, não atrapalha nosso operacional e do lado do cliente é praticamente um dinheiro simbólico, mas que a gente sabe que faz muita diferença para o IPÊ. Às vezes tem cliente que surpreende e já chega falando que quer arrendondar. É muito bom ver quando isso acontece!", afirma.