Costurando o Futuro

O grupo de mulheres bordadeiras de Nazaré Paulista ganha renda extra com a produção de artigos que retrata a biodiversidade da Mata Atlântica e compreendem mais sobre temas como empreendedorismo e proteção ambiental. 

Costurando o nosso futuro

Bolsas, camisetas e acessórios bordados com a "cara" da Mata Atlântica. A fabricação de artigos como esse tem garantido a um grupo de 10 mulheres um complemento na renda familiar mensal. O projeto "Costurando o Futuro" vem mostrando que é possível aliar negócios, conservação e sustentabilidade, já que a iniciativa está alinhada com os princípios do Comércio Justo, movimento que propõe ampliação do acesso de pequenos produtores, economicamente em desvantagem, ao mercado.

Os artigos produzidos retratam a fauna e a flora brasileiras. A ideia é que eles estimulem o envolvimento ambiental de quem os consomem e de quem os produz, pois enquanto o grupo do projeto passa por oficinas de capacitação, recebe também informações sobre conservação e vivencia ações práticas relacionadas ao tema.

Os modelos são criados por designers voluntários, que atuam no setor da moda como Sarita dal Pozzo e Ana Maria Laet. Graças à colaboração das designers, os produtos têm feito muito sucesso, inclusive com aceitação no mercado internacional. Atualmente o grupo está envolvido no processo de capacitação para melhoria dos seus processos produtivos, organizacionais e de gestão para que possa atuar de maneira independente.

A loja do IPÊ é um dos canais de venda desses produtos.

Promover o empreendedorismo por meio de práticas coletivas capazes de gerar renda e ampliar o conhecimento sobre a natureza e conservação

  • Andrea Peçanha (coordenadora)
    [email protected]
  • Fernanda Pereira
    [email protected]
  • Joana Darque da Silva
    [email protected] 
  • Viviane Pinheiro    
    [email protected]