Por meio de parcerias com o setor privado e outras organizações, o IPÊ busca estimular o olhar das instituições, seus colaboradores, consumidores e clientes para a causa socioambiental. Para isso, cria estratégias conjuntas que engajam esses atores em ações que geram benefícios mútuos aos seus participantes e à causa.

Desde 2003, realizamos projetos customizados para empresas e organizações, que tenham relação direta com a missão do IPÊ e com os objetivos e valores das instituições parceiras. Veja alguns exemplos de quem já foi nosso parceiro e inspire-se a participar conosco de ações como essa:

Grupo Bimbo

Parceria Grupo Bimbo e IPÊ

acao bimboA parceria com o Grupo Bimbo tem permitido a ampliação dos trabalhos de restauração florestal em região de Mata Atlântica. Há resultados diretos na conservação da água e biodiversidade, propiciando a continuidade da produção de mudas nativas no viveiro-escola, a restauração florestal de uma área de três hectares e o envolvimento de estudantes da região no processo de produção das mudas.

O município de Nazaré Paulista, onde se localiza a sede do IPÊ, faz parte de uma região estratégica para o uso e a conservação de recursos naturais  como a água e a Mata Atlântica. É nesse local que se encontram os reservatórios do Sistema Cantareira, responsável pelo fornecimento de água a quase 12 milhões de pessoas.

Para ajudar a conservar esses recursos, o IPÊ desenvolve projetos de pesquisa e educação ambiental, atrelados a ações de restauração de áreas de Mata Atlântica, conservação de mamíferos silvestres, serviços ecossistêmicos e negócios sustentáveis.

A parceria com o Grupo Bimbo está permitindo a ampliação dos trabalhos de restauração florestal na região, com resultados diretos na conservação da água e biodiversidade local. Ela propicia a continuidade da produção de mudas nativas no viveiro-escola, a restauração florestal de uma área de três hectares e o envolvimento de estudantes da região no processo de produção das mudas e sensibilização dos mesmos quanto às questões de conservação da água, fauna e flora da região.

Objetivos da parceria

  • Restauração florestal de uma área prioritária à conservação da água e biodiversidade;
  • Continuidade à produção de mudas nativas em um viveiro-escola;
  • Sensibilização de estudantes para as questões relacionadas a biodiversidade e conservação da água e envolvimento no processo de produção de mudas e reflorestamento; 
  • Envolvimento e sensibilização dos colaboradores da Bimbo em questões relacionadas à conservação ambiental.

Estratégia Adotada

DSCN4791O Grupo Bimbo tem investido recursos no projeto Nascentes Verdes Rios Vivos, possibilitando a ampliação dos trabalhos de restauração florestal na região, com resultados diretos na conservação da água e biodiversidade local.

Essa parceria tem propiciado também a continuidade da produção de mudas nativas no viveiro-escola, a restauração florestal de uma área de três hectares,  e o envolvimento de estudantes da região no processo de produção das mudas e sensibilização dos mesmos quanto às questões de conservação da água, fauna e flora.

A parceria também prevê um envolvimento crescente dos colaboradores da empresa, por meio da participação em palestras sobre a temática ambiental, ministrada por especialistas do IPÊ e de mutirões de plantio de mudas de espécies nativas de nossa flora.

Resultados obtidos

  • A meta de plantio de mudas da Mata Atlântica já foi alcançada. Até o mês de maio de 2010 foram plantadas as 6.000 mudas;
  • Foram restaurados três hectares no entorno da Represa de Atibainha.
  • Duas escolas, uma rural e outra urbana, estão sendo beneficiadas com atividades de educação ambiental, num total de mais de 200 alunos.
  • Foram realizados mutirões de plantio com as escolas e funcionários do Grupo Bimbo.

Desdobramentos

Em maio de 2010, mais 500 mudas de árvores de Mata Atlântica foram plantadas em Nazaré Paulista por mais de 200 crianças, estudantes da 5ª e 6ª séries das escolas estaduais Fabio Hacl Pínola (bairro Vicente Nunes) e Clélia M. Barros (bairro Cuiabá). Essa atividade faz parte da parceria IPÊ e Bimbo para desenvolver a educação ambiental com crianças e, ao mesmo tempo, ajudar a restaurar paisagem da região.

O plantio foi só uma parte do processo. Antes de colocarem a mão na terra, os alunos assistiram a palestras e participaram de orientações no viveiro-escola do IPÊ. O mais interessante é que, com o projeto, a educação ambiental está presente hoje de maneira transversal em praticamente todas as matérias ensinadas nessas escolas. Os professores estão envolvendo o assunto do processo de restauração florestal em suas matérias. Em Geografia, por exemplo, as crianças estão aprendendo como era a cidade antes do alagamento para a formação da represa.

Os resultados do trabalho foram apresentados a pais, alunos, professores e profissionais da Bimbo, como o consultor de sustentabilidade Daniel Garza. “Saí muito satisfeito com o que eu vi. Senti uma participação incrível de todos e as crianças realmente envolvidas pela importância de se manter a mata ciliar. Fiz uma avaliação de diferentes partes da região e constatei 96% de sobrevivência das mudas”, conta ele.