Começar

Conservação da
biodiversidade

Conservação da biodiversidade

Pesquisa científica e inovação socioambiental. Ações de impacto com participação comunitária e educação na Mata Atlântica, Amazônia, Pantanal e Cerrado.

NOSSOS PROJETOS
Conhecimento
transformador

Conhecimento transformador

Na ESCAS – Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade, compartilhamos conhecimento e formamos líderes para a conservação e desenvolvimento sustentável.

VER CURSOS
Doe agora

Doe agora

Você faz toda a diferença para a proteção da biodiversidade brasileira. Seja um doador do IPÊ e faça parte da transformação da realidade socioambiental.

DOE AGORA

Notícias

Muito além da foto: pesquisadores criam o maior inventário sobre mamíferos terrestres produzido com armadilhas fotográficas na Mata Atlântica

As fotos capturadas por meio de câmeras escondidas na floresta muitas vezes rendem cenas interessantes como o aparecimento de um animal raro ou ainda nascimento de uma espécie nunca antes...

Suzana Padua é a vencedora do Visionaris - Prêmio UBS ao Empreendedor Social

ESCAS/IPÊ realiza workshop gratuito sobre Software R para Biologia da Conservação

  A ESCAS - Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade do IPÊ, realiza um workshop gratuito sobre o Software R para Biologia da Conservação. No curso, o professor Marcos Vital indica os...

Projeto Turista+

Junto com o Atibaia & Região Convention Visitors Bureau (AR&CVB) o IPÊ participa do projeto Turista+ que propõe estimular a colaboração dos visitantes de Atibaia e região com a Mata Atlântica local, por meio de parcerias com a rede hoteleira e o comércio de produtos e serviços.

Como funciona?

Todas as unidades de Convention Visitors Bureaux são mantidas, primordialmente, pela "room tax" uma taxa que é recolhida nos meios de hospedagem e repassada pelos parceiros a essas entidades sem fins lucrativos. A arrecadação é utilizada no fomento do turismo local, financiando projetos de desenvolvimento turístico regional, e na manutenção do Bureau.

Com o Turista+, parte do "room tax" é destinado ao IPÊ, que atua na região pela conservação da biodiversidade local e conservação da floresta e recursos hídricos. Além de contribuir com as pesquisas, os estudos e as ações de proteção ambiental do Instituto, quem opta em pagar a pequena contribuição, também está coberto por um seguro especial contra acidentes pessoais da Porto Seguro durante sua hospedagem.

O objetivo do projeto é envolver o visitante na rede de parceiros que cooperam para fomentar o desenvolvimento da região, e estimular a prática do turismo consciente, disseminando a importância da preocupação e participação de todos na conservação dos recursos naturais que são parte fundamental do turismo local.

Para participar do projeto, o estabelecimento deve se tornar um associado da entidade e implantar a arrecadação da “room-tax” em seu hotel ou pousada. Em outros tipos de estabelecimento, o valor é o mesmo e a cobrança é única.

Saiba mais: http://www.atibaiaeregiao.com.br

Hotéis parceiros