ESG na Prática - Assista à sessão 2 Restauração com impacto socioambiental e econômico para a empresa

O segundo painel, moderado por Roberto Waack – presidente do Conselho do Instituto Arapyau, mostrou como a restauração florestal é o ponto de partida para uma série de benefícios que vão desde geração de renda para comunidades locais até benefícios climáticos compartilhados por todos.

Taciana Abreu, head de sustentabilidade do Grupo Soma (FARM), conta que as decisões do grupo quanto ao investimento levam em conta todos esses aspectos. “A gente acredita nessa soma de benefícios da restauração florestal associada ao retorno da biodiversidade e ao impacto social local nas comunidades”. Já Marcela Porto, Head de Comunicação da Suzano, compartilhou a importância da agenda ESG para as decisões da empresa. “A nossa estratégia de avanço em novos mercados precisa estar conectada com a estratégia de sustentabilidade e absolutamente conectada com o propósito organizacional, esse foi o grande aprendizado da construção da agenda ESG”. 

Plínio Ribeiro, co-fundador e CEO da Biofílica Ambipar Environment, chamou a atenção para o que tem percebido no mercado, mas ressaltou que é preciso olhar para as restaurações que conciliam uma série de benefícios. “A boa notícia é que cada vez mais a gente encontra investidores institucionais, bancos de desenvolvimento, empresas que têm comprado crédito a partir da restauração. Mas é muito importante que as empresas comecem olhar para os co-benefícios, como a conexão dos fragmentos florestais, a volta da biodiversidade, o benefício local do ponto de vista de água, da polinização, além da geração de renda; assim todos ganham”.  

Para Laury Cullen, coordenador de projeto do IPÊ, o ESG é uma oportunidade. “ESG nas empresas tem que passar por quatro domínios: a liderança, consumidores, sistema de negócios e o sistema financeiro. Essa ação climática começa pela liderança, sinalizando as prioridades, demonstrando compromisso e o que é um compromisso de longo prazo, empoderando conselhos, colegas, atraindo investimentos e influenciando outros players”. 

Confira essa conversa na íntegra:

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6850763317829541888