Modelo de Silvipastoril inovador para fazendas

caio rivetti1Em 2020, com a Danone Brasil, implementamos uma fazenda modelo em silvipastoril. O processo aconteceu na Fazenda Gordura, no município de Guaranesia (Minas Gerais). O Projeto Flora: Acelerando a Adoção de uma Pecuária Sustentável com Treinamento Especializado no Brasil é uma parceria do IPÊ com a Danone em colaboração com a Escola de Estudos Florestais e Ambientais da Universidade de Yale e sua Iniciativa de Liderança e Treinamento Ambiental (Yale ELTI) e o Centro de Pesquisa em Sistemas de Produção Agrícola Sustentável (CIPAV), da Colômbia.

O projeto piloto acontece na propriedade de Caio Rivetti. Nascido em São Paulo, cursou Agronomia e, após transitar por trabalhos no mercado financeiro, decidiu se dedicar integralmente à fazenda e à produção de leite em Minas Gerais. Ele viu no projeto com silvopastoril a chance de ampliar as iniciativas que já vinha desenvolvendo na propriedade, como uma pecuária leiteira orgânica e o plantio de árvores em Áreas de Reserva Legal e Áreas de Preservação Permanente. Dos 170 hectares, 40 deles já são cobertos por florestas.

“Tem tudo a ver com o que a gente quer aqui pra fazenda e é uma proposta inovadora, porque não usa eucalipto para corte, como é o caso dos sistemas que vemos mais aqui no Brasil. A técnica do IPÊ, junto com a equipe da Colômbia, busca usar espécies nativas da Mata Atlântica, em um sistema mais complexo, que envolve floresta, ecossistema, criando uma função para essa mata, seja de polinização, seja de alimento para o gado”, comenta ele.

Caio conta que a proposta do projeto era a de ter uma propriedade piloto, que servisse de escola para demais fazendeiros acessarem a iniciativa e verem os resultados. Fato que o estimulou ainda mais. “São três hectares de silvipastoril que temos ainda, mas queremos expandir isso e multiplicar esse conhecimento que tivemos aqui com o projeto. Embora seja recente, a gente consegue ver o vigor das plantas que, mesmo no inverno não sofreram com o stress hídrico que antes havia, por exemplo. Mas com o tempo, certamente, veremos outros benefícios”, afirma.

Confira o video sobre o projeto