IPÊ recebe Prêmio Muriqui pelos seus resultados socioambientais na Mata Atlântica

O IPÊInstituto de Pesquisas Ecológicas foi o vencedor do Prêmio Muriqui 2019, na categoria Pessoa Jurídica. A premiação é um reconhecimento da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica pelas ações e principalmente os resultados do Instituto na conservação do bioma.

O prêmio foi entregue no dia 7 de novembro, durante a abertura dSeminário Nacional Turismo e Mata Atlântica, que aconteceu na Mata de São João (BA). O troféu, que homenageia as duas únicas espécies de macaco do gênero Brachyteles, símbolo da Mata Atlântica, foi recebido pela coordenadora de comunicação institucional do IPÊ, Paula Piccin. “É uma honra estar aqui representando dezenas de pesquisadores, técnicos e educadores do IPÊ. A Mata Atlântica sempre foi uma inspiração para o IPÊ e um local de grande aprendizado, onde desenvolvemos trabalhos de conservação com apoio da sociedade. Estamos duplamente felizes porque este ano comemoramos 35 anos do primeiro programa de conservação no bioma, para a conservação de um primata, o mico-leão-preto, por meio do qual toda nossa história começou. É uma ótima maneira de comemorar”, afirmou.

Criado pelo Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da MataAtlântica (CN-RBMA), em 1993, o prêmio busca incentivar ações que contribuam para a conservação da biodiversidade, estimular e divulgar os conhecimentos tradicional e científico, além de promover o desenvolvimento sustentável na área desse bioma.Também foram premiados Adriana Batista na categoria Pessoa Física, TassoAzevedo, na categoria especial Pessoa Física e Instituto Florestal, com o prêmio especial Pessoa Jurídica.

Foto: Leiz da Silva Rosa