Circuito MOSUC chega à Resex Cazumbá-Iracema

No mês de dezembro, o Circuito MOSUC (do projeto Motivação e Sucesso na Gestão de Unidades de Conservação) chegou à Reserva Extrativista (Resex) Cazumbá-Iracema, no Acre. Fabiana Prado, gerente de articulação institucional do IPÊ e  Angela Pellin, coordenadora do projeto, e Tiago Juruá, do  ICMBio,  foram recebidos pelo parceiro local, a Associação dos Seringueiros do Seringal Cazumbá.

A Resex foi criada pelo movimento dos seringueiros que atuam na região há 16 anos, com arranjos produtivos da castanha e do açaí, além do artesanato e da farinha, para o fortalecimento das comunidades. O Plano de Trabalho da unidade inclui o cadastramento de famílias moradoras da Resex, o apoio ao acesso das famílias a políticas públicas de fortalecimento comunitário e aos arranjos produtivos locais e ao programa de voluntariado. Há ainda uma forte ação de base, de organização comunitária e de educação para o desenvolvimento territorial, além de parcerias com outros atores com o objetivo de trazer outras ações para a Resex. 

Por meio de parcerias em rede, o MOSUC tem incentivado a implementação de diversas políticas públicas, fortalecendo as comunidades tradicionais, os negócios sustentáveis da sociobiodiversidade e o território, além de apoiar a associação dos seringueiros como parceira da gestão.

O Circuito MOSUC começou em agosto deste ano e já passou por Roraima, Amazonas e Amapá. Desde então, o IPÊ visita as UCs e os parceiros locais no apoio à gestão dessas. A iniciativa se repetirá nos territórios de atuação do projeto que, ao todo, envolvem 12 instituições parceiras, 30 Unidades de Conservação e 54 colaboradores locais envolvidos no apoio à gestão.

Acompanhe pelo nosso facebook essa expedição que acontece até o primeiro trimestre de 2019.

O projeto MOSUC tem parceria do ICMBio e apoio de Gordon and Betty Moore Foundation.