Últimas Notícias

Para aqueles interessados na área socioambiental e sustentabilidade, que desejam se atualizar ou ainda não definiram por um curso ou área de estudo, a ESCAS abre espaço em seus seminários. O próximo, com inscrições abertas, acontece de 13 a 15 de fevereiro e vai discutir "Metodologias de trabalho participativo e resolução de conflitos", com o professor Marcos Ortiz.

O seminário acontece na sede da ESCAS - Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade, no IPÊ, em Nazaré Paulista (SP), a menos de 100 quilômetros de São Paulo.

Para mais informações acesse aqui

A ESCAS - Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade - está com inscrições abertas para o processo seletivo 2017 do Mestrado Profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável, no sul da Bahia. O curso acontece no formato modular, com aulas uma semana por mês, em Serra Grande, município de Uruçuca. As 15 vagas são destinadas especificamente a profissionais que atuem no sul e extremo sul do Estado.

"O objetivo é capacitar cada vez mais pessoas no desenvolvimento sustentável local, especificamente em uma área que concentra uma grande diversidade biológica no Brasil. O curso é direcionado para pessoas de diversas áreas do conhecimento, que queiram desenvolver um olhar mais direcionado para a sustentabilidade em suas atividades profissionais e aplicá-las regionalmente", explica a coordenadora do curso, Cristiana Martins.

Esta será a sexta turma do Mestrado, que já formou 44 profissionais na Bahia. O curso possui bolsas de estudo semi-integral, cabendo ao aluno os custos de transporte, alimentação e hospedagem em dias de aulas, além de uma taxa mensal do curso e materiais. As inscrições vão até dia 31/01/17, às 17h, pelo site: http://www.escas.org.br. Mais informações no EDITAL.

A ESCAS é uma iniciativa educacional do IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas, uma organização brasileira, sem fins lucrativos, que atua há 25 anos na conservação da biodiversidade do País. O Mestrado Profissional ESCAS/IPÊ foi criado em 2008, com apoio da Natura e hoje, na Bahia, conta com a parceria do Instituto Arapyaú, Fundação Cargill, Veracel e Fibria. O curso strictu sensu é multidisciplinar e prepara os alunos para serem líderes em conservação da biodiversidade e sustentabilidade, incentivando propostas inovadoras e práticas, focadas nas reais necessidades do mercado.

A base de dados online da Flora Regional tem como objetivo orientar decisões com relação à seleção de espécies para fins de restauração, silvicultura, arborização urbana e educação na região de Nazaré Paulista (incluindo os municípios de Atibaia, Guarulhos, Mairiporã e Santa Isabel). A ferramenta é resultado de uma proposta inovadora, que reuniu estudos da etnobotânica e da história ambiental junto à comunidade rural de Nazaré Paulista, além de levantamentos florísticos . O objetivo foi construir um sistema capaz de despertar o interesse do público pela flora nativa regional, acessando valores históricos e dados atualizados sobre espécies arbustivo-arbóreas.

No Flora Regional é possível encontrar informações de 184 espécies de árvores nativas da Mata Atlântica que podem ser utilizadas para diversos fins: programas de restauração e de reflorestamento; diversificação do uso de espécies arbóreas nativas em áreas urbanas; atividades multidisciplinares ligadas à conservação ambiental; e identificação de espécies nativas com potencial para uso econômico e de conservação.