IPÊ é uma das organizações do projeto VIRALIZE

Os brasileiros são usuários assíduos de internet. Estima-se que mais de 100 milhões estejam conectados à rede de alguma maneira e que 90,8% destes utilizem alguma rede social. Só no Facebook, esse número chega a mais de 94%. Na lista de quem utiliza a internet como veículo de comunicação, tem muito brasileiro liderando rankings como influenciadores digitais, batendo recordes de seguidores e de visualizações de postagens.

Olhando para todo esse potencial, o Estúdio Cais – Projetos de Interesse Público criou o projeto VIRALIZE. A proposta é informar esse grande universo de pessoas sobre projetos e causas socioambientais, com apoio de influenciadores digitais, e convidá-los a se engajarem pela cultura de doação no Brasil. O objetivo é avançar e ampliar o montante de recursos doados atualmente, que é somente 0,23% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

O VIRALIZE vai conectar influenciadores digitais, já comprometidos com alguma causa ou agenda socioambiental e que engajam uma enorme audiência em suas plataformas digitais, a projetos e organizações alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), e que estejam com captação aberta, diretamente em suas redes ou por meio de plataformas de financiamento colaborativo, como é o caso do IPÊ.

"O objetivo é trazer novos públicos e formadores de opinião para a conversa, ampliando a intenção de doação e permitindo que o tema se espalhe em diversas frentes", diz Gabriela Moulin, sócia do Estúdio Cais, que lembra que esse movimento é fundamental, pois, apesar do Brasil ser um país doador, o volume de recursos ainda é muito pouco em termos do potencial existente no país.

A iniciativa atua em cinco causas – Educação, Direitos Humanos, Saúde e Bem-estar, Meio Ambiente e Cultura – e, neste momento, indica cerca de 50 projetos e organizações, de diversas regiões do país. Todo o material com informações sobre as causas, assim como a respeito das organizações e projetos, estão disponíveis na plataforma www.viralizedoacao.com.br.