Projeto Semeando Água

Juntos, IPÊ, proprietários rurais e moradores de Mairiporã, Nazaré Paulista, Joanopólis, Piracaia, Bragança Paulista, Itapeva, Extrema e Camanducaia, protegem a água do Sistema Cantareira com práticas simples e eficientes de uso do solo, e ações de educação ambiental e comunicação. 

Semeando água no Sistema Cantareira

A retirada das florestas é a principal causa da perda de muitos serviços ecossistêmicos, como a qualidade da água e redução da biodiversidade. As medidas para controlar este problema passam pelo reflorestamento no entorno de rios e nascentes e pela conservação do solo nas áreas com uso agropecuário. Para reverter esse processo, o IPÊ selecionou pequenos proprietários de áreas rurais dos municípios de Mairiporã, Nazaré Paulista, Joanopólis, Piracaia, Bragança Paulista e Itapeva (São Paulo) e Extrema e Camanducaia (Minas Gerais) para participarem da iniciativa.

Nessas cidades, as propriedades parceiras foram selecionadas de forma estratégica, a fim de conservar os corpos d´água e a biodiversidade ali existentes. Tais localidades, além de concentrarem nascentes, possuem áreas florestais que abrigam espécies ameaçadas de extinção e que formam um corredor florestal entre as Serras da Cantareira e Mantiqueira.

Junto com os proprietários, o “Semeando Água” influencia melhores práticas de uso do solo que contribuam para a conservação dos recursos hídricos (restauração florestal e manejo de uso de solo). Além disso, realiza atividades de sensibilização ambiental junto às comunidades locais onde as atividades técnicas de campo são realizadas com palestras, fóruns e reuniões que informam as comunidades sobre a importância ecológica dos municípios e sobre como é possível conservar os remanescentes ambientais.

Confira os resultados da primeira fase do projeto (2013 a 2015):

Contribuir para a recuperação de corpos hídricos em municípios que abrangem o Sistema Cantareira, por meio de atividades direcionadas a comunidades locais, que envolvem práticas de extensão rural, capacitação e educação ambiental.

  • Alexandre Uezu – pesquisador e professor da ESCAS, coordenador do projeto
  • Andrea Pupo Bartazini - educadora ambiental
  • Tatiane Ribeiro - jornalista
  • Paula Piccin - jornalista
  • Clinton Jenkins - pesquisador e professor da ESCAS
  • Pedro M. Pedro - pesquisador
  • Tiago Pavan - engenheiro agrônomo
  • Daniellen Nascimento - estagiária de educação ambiental
  • Luan Cauê - estagiário de educação ambiental
  • Amanda Castro - estagiária de comunicação

Petrobras - Programa Petrobras Socioambiental 
(2017-2019)

Petrobras 
(2013-2015)